top of page
  • Foto do escritorClare

Iluminação de Consultório Odontológico

Atualizado: 7 de jul. de 2021



Em um consultório odontológico, uma boa iluminação deve começar pela sala de espera, de forma a criar um ambiente de relaxamento e aconchego, para que o paciente possa se sentir confortável. A utilização de lâmpadas com temperatura de 2.700K a 3.000K, favorecem a criação deste ambiente. Enquanto dentro do consultório, uma iluminação inapropriada pode afetar o trabalho e a produtividade dos dentistas e demais profissionais envolvidos. Podendo gerar também estresse prematuro, tensão muscular e até mesmo dores de cabeça.


No interior do consultório, o ideal é transmitir a sensação de limpeza, dinamismo e qualidade do serviço. Por isso, são utilizadas lâmpadas de cores neutras ou frias, de 4.000K a 8.000K. No entanto, deve ser evitado o contraste entre a locais com um alto gradiente de iluminação e locais mal iluminados, já que esta situação pode gerar desconforto e estresse.


O profissional deve ser capaz de ver com clareza a região que está sendo tratada, o que significa que o nível de iluminância, o qual mede a quantidade de luz que incide em um ponto e tem o lux por unidade, na área de trabalho devem ser adequados. Além da quantidade, também é necessário se preocupar com a qualidade da luz, sendo necessário que elas tenham baixo nível de ofuscamento (baixo UGR) e com uso de temperatura de cor adequada.


Consultório Odontológico
fonte: https://br.pinterest.com/pin/521995413039744645/

Existem muitas normas que estabelecem requisitos de iluminação para diversos ambientes de trabalho, que garantem segurança, precisão e eficiência. Em todas as profissões, as características ergométricas dos equipamentos (cadeira) e o próprio ambiente de trabalho tem grande importância na produtividade. Na norma NBR 8995-1:2013 Iluminação de ambientes de trabalho (Parte 1: Interior) recomenda valores de ofuscamento (UGR) inferiores a 19 e índice de reprodução de cores (Ra) superiores a 90%, também, recomenda os seguintes valores de iluminância:

  • Iluminação geral: Emed>= 500 lux.

  • Iluminação no paciente: Emed>= 1000 lux.

  • Iluminação na cavidade cirúrgica: Emed>= 5.000 lux.

  • Branqueamento dos dentes: 5.000 lux.

Segundo o especialistas na área de iluminação, atualmente, as luminárias e lâmpadas de LED são as melhores opções para iluminação de consultórios odontológicos, pois são eficientes, possuem vida útil maior, também, são mais econômicas. Neste tipo de consultório, as luzes ficam ligadas durante muitas horas, portanto pensar em economia é crucial, devendo evitar halógenas e incandescentes. Por fim, é recomendado utilizar cores claras no piso e no teto, para favorecer a iluminação artificial. Também, sempre que possível utilizar iluminação natural, ela é fundamental para a sensação de conforto, além de ter a melhor reprodução de cores.


Gabriela Mann Bertoli - CLARE

Referências:

  1. NBR- 8995- 1:2013 Iluminação de ambientes de trabalho (Parte 1: Interior)

  2. ALMEIDA, J. G. A. Fique atento a iluminação do seu consultório. 2017.

  3. GARBIN, A.; GABIN, C., ISPER, J., SALIBA,A. Iluminação no consultório odontológico. 2007.

Mande suas dúvidas e assuntos de interesse para contato@clarearquitetura.com, ficaremos felizes e tentaremos ajudar o mais rápido possível.

2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

댓글 2개


mazocatto61
2023년 12월 03일

1000 lux é o suficiente para um ambiente bem claro em questão de atendimento dentário ?

좋아요
Fechando Curto
Fechando Curto
3월 28일
답글 상대:

Atendendo a norma e o nível de temperatura da iluminação está Tudo ok.

좋아요
bottom of page